Reservatórios de Detenção

Os reservatórios de detenção, popularmente conhecidos como “piscinões”, são estruturas de acumulação temporária das águas de chuva, que contribuem para a redução das inundações urbanas, especialmente em áreas altamente impermeabilizadas e densamente povoadas. Nestes locais, o reforço ou ampliação dos canais e galerias de drenagem existentes pode tornar-se muito oneroso ou inviável.

Na publicação “Projetos Técnicos – Reservatórios de Detenção”, disponível para download logo abaixo, é possível saber melhor como funcionam estas estruturas que podem, inclusive, ter um caráter multifuncional, agregando áreas verdes e de lazer e, compondo projetos urbanísticos com a valorização da presença de água em espaço urbano.

Embora estes reservatórios apresentem como principal função o amortecimento das ondas de cheias e a redução das inundações urbanas, elas podem também proporcionar a captação de sedimentos e detritos, assim como a recuperação da qualidade das águas dos córregos e rios urbanos.Depois de construídos, causam pouca interferência no tráfego de veículos e no funcionamento de atividades de comércio e serviços.

Aplicações indicadas incluem as bacias hidrográficas urbanas altamente impermeabilizadas e densamente povoadas; bacias onde ocorrem inundações que causem grandes perdas materiais e humanas para a população, e áreas de terrenos ociosos e degradados, pois possibilitam a criação de áreas verdes e de lazer, valorizando a presença da água e aumentando a qualidade de vida da região.

Download

Projeto Técnico – Reservatórios de Detenção