Em Seattle, os edifícios são verdes

Transformando os edifícios, a cidade renovou seu compromisso com construções mais sustentáveis e ambientalmente corretas

Em Seattle, a atitude transformadora impactou não apenas as áreas públicas, mas também as construções privadas, a partir de um trabalho no qual o poder público precisou pensar em longos prazos e resultados concretos.

A meta era tornar sustentáveis grande parte dos prédios de Seattle, tornando a cidade um modelo a ser seguido. Hoje em dia, todos os edifícios que ocupam uma área superior a 450 m² são obrigados a obter um certificado LEED (Leadership in Energy and Environmental Design – Liderança em Energia e Design Ambiental), que mede a sustentabilidade das edificações e fornece um bônus de financiamento para projetos que atendam às normas.

Como suporte aos construtores, o Grupo de Construção Verde (Green Building Team), criado em 1999, disponibiliza know-how para os projetos e envia relatórios à prefeitura informando sobre o progresso do programa.

O que são Edifícios Sustentáveis?

Segundo as “Recomendações básicas de sustentabilidade para projetos de arquitetura”, da ASBEA,  os princípios básicos de uma construção sustentável estão ligados a aspectos como Qualidade ambiental interna e externa, Redução do consumo energético, Redução dos resíduos, Redução do consumo de água, Aproveitamento de condições naturais locais, Implantação e Análise do Entorno, Reciclar, reutilizar e reduzir os resíduos sólidos, Inovação.

Como funciona hoje

Além do critério “área ocupada”, a prefeitura exige que todos os novos edifícios com mais de 5.000 m² de área construída atendam às novas normas da LEED. O programa é custeado por recursos interdepartamentais e integrado por especialistas em construção verde de projetos residenciais, comerciais e institucionais da cidade.

Ligado a órgãos de saneamento e companhias de energia, por meio de suas ações de incentivo, o programa Edifícios Verdes conecta empresas, arquitetos e investidores, facilitando a criação e execução de projetos que atendam às normas LEED.

Histórico Verde

Seattle estabeleceu em 1999 o Green Building Team (Equipe de construção sustentável), que iniciou suas atividades no ano seguinte. Em 2005, transcorridos cinco anos do início do programa, a cidade já dispunha de 15 prédios registrados como LEED e outros 30 aguardavam a certificação. Em janeiro de 2006 é divulgado um relatório analisando a performance dos prédios LEED em Seattle como forma de referência para futuras construções.

Os números

Seattle tem atualmente uma das maiores concentrações de edifícios verdes nos EUA e uma indústria de construção sustentável estimada em 671 milhões de dólares. Os resultados incluem:

*17% de todas as novas construções residenciais são Green Homes

*1160 profissionais LEED em Seattle – a maior concentração dos EUA

*26 edifícios certificados LEED – a maior quantidade do país / mundo

*313 projetos Built Green Residential (representando 933 unidades habitacionais)

*251 projetos Built Smart Residential (203 projetos de mercado, 48 projetos de habitação a preços acessíveis)

*18 projetos Sea Green completos (o que representa 771 unidades)

*Média anual de redução de C02: 1067 toneladas por edifício LEED

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *